GLOSSÁRIO

Dúvida sobre termos técnicos e relacionados aos serviços prestados pela Sabesp? Clique nas letras correspondentes e acesse as explicações:

 

G
J
N
X
Z

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A

ABRIGO DE CAVALETE
Instalação de alvenaria ou concreto para proteção do cavalete e do hidrômetro.

ADUTORA:
Tubulações de grande diâmetro e extensão pertencentes a rede de água da Sabesp

AUTORIZAÇÃO DE PASSAGEM
Autorização para passagem de ramal de esgotos através de imóvel vizinho, objetivando sua ligação à rede coletora da Sabesp.

voltar para o topo

 

B

BAIXA PRESSÃO
Pressão insuficiente na rede de água para atingir locais elevados.

BANCO CONVENIADO
Instrumento firmado entre a Companhia e um Banco, autorizando-o a proceder ao recebimento de contas de água e/ ou esgotos.

voltar para o topo

 

C

CAIXA DE GORDURA
Caixa destinada a coletar e reter os resíduos gordurosos dos esgotos provenientes principalmente de cozinhas.

CAIXA DE INSPEÇÃO
Caixa construída, nos limites do imóvel, próxima ao muro de entrada, de modo a permitir a inspeção e a limpeza do ramal de esgotos.

CAIXA DE MATERIAL METÁLICO OU PLÁSTICO
Parte integrante da Unidade de Medição que fica embutida no muro do Cliente dentro do qual é instalado o dispositivo de medição.

CAPTAÇÃO DE ÁGUA
É a retirada da água bruta (captação) em fontes de mananciais superficiais (rios, lagos e represas) ou profundos (poços) para utilização futura.

CATEGORIA DE USO
Os imóveis serão classificados para efeito de faturamento de acordo com as modalidades de utilização abaixo:

a) Residencial: Exclusivamente para fins de moradia.
b) Comercial: Para o exercício de atividade não classificada nas categorias Residencial, Industrial ou Pública.
c) Industrial: Para exercício de atividade classificada como industrial pelo IBGE.
d) Pública: Para exercício de atividades de órgãos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, ou autarquias e fundações vinculadas aos poderes públicos.

CAVALETE
Kit formado por tubos e conexões, destinados à instalação do hidrômetro para realização da ligação de água.

CAVALETE MÚLTIPLO
Estrutura constituída por mais de um cavalete dispostos paralelamente e que permite a instalação de hidrômetros superpostos para individualização da ligação de água de imóveis pertencentes ao mesmo terreno.

CLIENTE
Pessoa física ou jurídica ocupante de um imóvel ligado à rede a quem a empresa presta serviços.

CONDOMÍNIOS
São as edificações ou conjuntos de edificações, de um ou mais pavimentos, destinadas a fins residenciais ou não. Possui áreas de circulação de propriedade coletiva, com administração representada na pessoa do síndico ou administrador.

CONSUMO
Volume de água fornecido pela Sabesp e consumido pelo cliente em determinado período.

CONSUMO MÉDIO
É a média aritmética dos seis consumos anteriores, diferentes de zero. Na falta de seis consumos, a média será calculada com base em quantos consumos houver. Havendo a troca de hidrômetro, inicia-se novo histórico para cálculo da média.

CONTA
Documento hábil para a cobrança e pagamento dos serviços prestados pela Sabesp.

CONTA PARCELADA
Conta cujo débito é dividido em parcelas de acordo com regras preestabelecidas pela Sabesp.

CONTA REEMITIDA
Conta reformada e/ou reduzida que é remetida com novo vencimento em razão da reforma/redução de valores.

CONTA SUSPENSA
Conta com sua data de vencimento em suspenso, aguardando resultado de análise.

CRONOGRAMA DE LEITURA

É a previsão da data de realização das leituras no imóvel.

voltar para o topo

 

D

DATA DO VENCIMENTO
Data limite para pagamento da conta sem acréscimos e atualização monetária.

DATA OPCIONAL DE PAGAMENTO
Opção de alteração de data de vencimento das contas de água e esgotos

DÉBITO
Valor devido em decorrência da utilização dos serviços prestados pela Sabesp.

DÉBITO AUTOMÁTICO
Autorização dada pelo Cliente ao Banco para debitar automaticamente de sua conta corrente o valor da conta mensal de água e/ou esgotos.

DISPOSITIVO DE MEDIÇÃO
Dispositivo constituído de conexões, registro, tubetes e hidrômetro, instalado dentro de caixa que pode ser de material metálico ou plástico.

voltar para o topo

 

E

ECONOMIA
Prédio ou subdivisão de um prédio, com ocupações comprovadamente independentes entre si, que utilizam uma única instalação de abastecimento de água e/ou esgotos.

ESGOTOS NÃO DOMÉSTICOS
Esgoto resultante de qualquer utilização da água para fins comerciais ou industriais e que adquirem características próprias em função do processo empregado.

ELEVATÓRIA
Estação do sistema de saneamento, na qual a água ou esgoto são elevados por meio de bombas para tubulação ou a outra unidade do sistema em nível superior.

EMPREENDIMENTO IMOBILIÁRIO
São as construções, loteamentos, desmembramentos e condomínios destinados ao uso residencial, comercial, industrial ou institucional, que por suas características necessitam de análise técnica e econômica ou a elaboração de projetos específicos para interligação aos sistemas de água e/ou esgotos.

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA
É o conjunto de instalações e equipamentos destinados a realizar o tratamento da água bruta.

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS
É o conjunto de instalações e equipamentos destinados a realizar o tratamento de esgotos.

voltar para o topo

 

F

FAIXA DE CONSUMO PARA FATURAMENTO
Intervalo de consumo estabelecido em uma estrutura tarifária a qual se aplica uma mesma tarifa.

FOSSA SÉPTICA
Caixa subterrânea de cimento ou alvenaria, onde são acumulados os esgotos de um ou vários imóveis.

FRAUDE (irregularidade)
Ação praticada de má fé, com abuso de confiança, falsificação e adulterações feitas na clandestinidade, visando obtenção para si ou para outrem de vantagem ilícita em prejuízo de terceiros, podendo, em certas circunstâncias, caracterizar estelionato.

voltar para o topo

 

H

HIDRÔMETRO (medidor)
Aparelho destinado para medir e registrar cumulativamente o volume da água fornecido através da ligação.

HIDRANTE
É a ligação destinada exclusivamente à defesa contra incêndios.

voltar para o topo

 

I

IMÓVEL FACTÍVEL DE LIGAÇÃO
Imóvel não conectado à rede da Sabesp e situado em logradouro provido de rede de distribuição de água e/ou coleta de esgotos sanitários.

INSTALAÇÕES PREDIAIS INTERNAS
Conjunto de tubulações, conexões, aparelhos, equipamentos e dispositivos empregados na distribuição de água ou coleta de esgoto, situados dentro da área do imóvel ou loteamento, após o ramal predial.

IRREGULARIDADES (fraude)

Ação praticada de má fé, com abuso de confiança, falsificação e adulterações feitas na clandestinidade, visando obtenção para si ou para outrem de vantagem ilícita em prejuízo de terceiros, podendo, em certas circunstâncias, caracterizar estelionato.

voltar para o topo

 

L

LEITO
Qualquer superfície em que se assenta um revestimento, especialmente a superfície regularizada, obtida por terraplanagem, sobre a qual se assenta o pavimento.

LIGAÇÃO ATIVA
É a ligação onde são prestados regularmente, serviços de abastecimento de água e/ou coleta de esgotos sanitários.

LIGAÇÃO CLANDESTINA
Ligação de um imóvel à rede de água e/ou esgotos sem autorização da empresa e, conseqüentemente, sem emissão de contas/faturas de água e/ou esgotos.

LIGAÇÃO DE ÁGUA
Conjunto constituído por tubulação, dispositivos e cavalete que interligam a rede de distribuição pública de água à instalação predial do cliente.

LIGAÇÃO DIMENSIONADA DE ÁGUA
Trata-se da ligação do imóvel à rede de água, a partir de estudo preliminar que, analisará os volumes que serão utilizados e a capacidade da rede de abastecimento.

LIGAÇÃO DIMENSIONADA DE ESGOTO
Trata-se da ligação do imóvel à rede de esgotos, a partir de estudo preliminar que, determinará a vazão ideal para esgotamento.

LIGAÇÃO TEMPORÁRIA DE ÁGUA
É a ligação instalada por um período pré-determinado, para atendimento a empreendimentos não permanentes como canteiro de obras, parques, circos, exposições, etc.

LIGAÇÃO DE ESGOTOS
Conjunto constituído por tubulação, dispositivos e caixa de inspeção que interligam a rede de coleta pública de esgoto à instalação predial do cliente.

LIGAÇÃO DE ESGOTO COM SERVIDÃO DE PASSAGEM
Ligação de esgotos com a autorização para passagem do ramal de esgotos, através de imóvel (eis) de propriedade de terceiros, objetivando sua ligação à rede oficial.

LIGAÇÃO INATIVA (suprimida)
É a ligação onde houve suspensão dos serviços de abastecimento de água e/ou coleta de esgotos (ligação suprimida), não ocorrendo, portanto, emissão de contas.

LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE CAIXAS E RESERVATÓRIOS
Limpeza e desinfecção de caixas e reservatórios de água residenciais, comerciais ou industriais.

voltar para o topo

 

M

MANILHA
Qualquer tubulação de barro vidrado que compõem as canalizações para esgotamento de águas pluviais (chuva) e/ou esgotos.

voltar para o topo

 

O

OBSTRUÇÃO DE REDE COLETORA/CANALIZAÇÃO DE ESGOTOS

Acúmulo de qualquer material que esteja obstruindo o escoamento de esgotos.

voltar para o topo

 

P

PASSEIO / CALÇADA
Área pública reservada ao trânsito de pedestres, podendo ser de terra, cimentada ou piso.

POÇOS DE VISITAS (PVs)
Estruturas complementares do sistema de esgotamento construído em trechos estratégicos da rede, permitindo sua inspeção e limpeza.

PROLONGAMENTO DE REDE
É a extensão das redes de água e/ou esgotos em áreas ainda não atendidas.

voltar para o topo

 

Q

QUALIDADE DA ÁGUA - RECLAMAÇÃO
Verificação do nível de potabilidade da água para consumo humano.

voltar para o topo

 

R

RAMAL PREDIAL DE ÁGUA
Parte integrante da ligação de água, constituída por tubulações e dispositivos, situado entre a rede pública de distribuição de água e o cavalete.

RAMAL PREDIAL DE ESGOTOS
Parte integrante da ligação de esgotos, constituída por tubulações e dispositivos, situados entre a caixa de inspeção do imóvel e a rede de coleta pública de esgotos.

REDE COLETORA DE ESGOTOS
Conjunto de canalizações destinadas a coletar os esgotos e transportá-los até a Estação de Tratamento de Esgotos - ETE.

REGISTRO
Dispositivo instalado em adutoras, reservatórios, redes e cavalete, que permite a abertura e fechamento do fluxo de água.

RESERVAÇÃO MÍNIMA DE ÁGUA
Trata-se da capacidade mínima dos reservatórios prediais de água. Este volume deve considerar o combate a incêndios e o consumo do prédio por 24 horas.

RETIRADA DE ENTULHO
Transporte dos resíduos resultantes de reparos em passeio ou leito.

RGI - (Registro Geral do Imóvel)
É o número que identifica seu imóvel para a Sabesp.

voltar para o topo

 

S

SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
É o conjunto de obras, equipamentos e serviços destinados ao abastecimento de água potável a uma comunidade para fins de consumo doméstico, industrial, serviços públicos e outros usos.

SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
Parte física do Sistema de Abastecimento de Água, constituída pelo conjunto de canalizações, reservatórios, estações elevatórias e equipamentos destinados a armazenar e transportar água potável a uma comunidade.

SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO
É o conjunto de obras e instalações destinadas a realizar a coleta, o afastamento, o condicionamento, o tratamento e a disposição final do esgoto sanitário de uma comunidade.

voltar para o topo

 

T

TACE
É o “Técnico de Atendimento Comercial Externo” responsável pela verificação do consumo e entrega de contas, atendimento das diversas solicitações dos usuários da Sabesp, como emissão de segunda via, atualização de cadastro e apontamentos de vazamento de água e obstrução de esgoto.

TARIFA DE ÁGUA E/OU ESGOTOS
É o valor cobrado pela Sabesp por metro cúbico em virtude da prestação do serviço de abastecimento de água e/ou coleta de esgotos.

voltar para o topo

 

U

UNIDADE CONSUMIDORA
Imóvel ou subdivisão deste, com ocupações comprovadamente independentes entre si, que utilize uma única instalação de abastecimento de água e/ou esgotos.

UMA
A Unidade de Medição de Água faz parte da ligação de água e é constituída de caixa em material metálico ou plástico, dispositivo de medição e hidrômetro.

voltar para o topo

 

 

V

VÁLVULA REDUTORA DE PRESSÃO
Dispositivo instalado com a finalidade de diminuir a pressão de água na rede, quando esta se apresenta acima dos valores recomendados.

VAZAMENTOS
Perda do produto provocada por danos em ramais, rede, conexões ereservatórios, devido à deterioração pelo tempo ou por rompimento acidental.

VAZÃO
É o volume de água que passa através do hidrômetro em um determinado período de tempo (m³/hora).

voltar para o topo